Prouni

A Faculdade Católica Imaculada Conceição do Recife (FICR) participa do Programa Universidade para Todos (Prouni), que oferece bolsas integrais e parciais em instituições particulares de educação superior. A seleção é feita com base nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Podem se inscrever os candidatos que não possuam diploma de curso superior e atendam aos critérios do programa.

Comunicado: encerramento da Lista de Espera (Processo Seletivo 1/2020)

A Faculdade Católica Imaculada Conceição do Recife por meio do Programa de Concessão de Benefício, em consonância com o comunicado de 12 de maio de 2020 do Ministério da Educação-MEC, informa que o prazo para envio da documentação, pelos candidatos, referente à etapa de Lista de Espera do Prouni se encerrará no dia 21 de maio de 2020.

Desta forma os (as) candidatos (as) que manifestaram interesse para as vagas da FICR deverão apresentar para a comprovação das informações o Formulário Socioeconômico Unificado da Bolsa ProUni devidamente preenchido disponível no link https://sistemas.ubec.edu.br/BolsaProUni/Home/Login, acompanhado das CÓPIAS LEGÍVEIS de TODOS os documentos solicitados de TODAS as pessoas que compõem o grupo familiar, conforme consta no arquivo “Checklist” publicado no site eletrônico desta instituição, ver link https://ficr.catolica.edu.br/portal/wp-content/uploads/2020/01/Checklist-Prouni-2020.1.pdf

 

ATENÇÃO! A entrega da documentação para análise socioeconômica dos candidatos pré-selecionados em Lista de Espera do Programa Universidade para Todos (ProUni) deverá ser enviada via e-mail  institucional juscelinno.mamede@ubec.edu.br ou coordenacaodeassistenciasocial@ubec.edu.br . Pedimos especial atenção para envio da documentação conforme checklist em anexo, para aferição dos dados do grupo familiar informados na inscrição.

A FICR não se responsabilizará pelo não recebimento de documentos, em razão de fatores externos que impossibilitem o envio dos dados, seja pela execução de procedimentos indevidos, por motivos de ordem técnica, falha ou congestionamento das linhas de comunicação, dentre outros motivos alheios ao interesse do candidato.

Perguntas Frequentes

É o programa do Ministério da Educação, criado pela Lei nº 11.096, de 13 de janeiro de 2005, que concede bolsas de estudo integrais e parciais de 50% em instituições privadas de educação superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, a estudantes brasileiros sem diploma de nível superior.

O estudante deve acompanhar a página eletrônica do ProUni (http://siteprouni.mec.gov.br) para verificar a disponibilização do processo seletivo da bolsa, se atentar aos critérios e prazos de cada etapa estabelecido em Edital normativo do processo seletivo. Todos os normativos do processo são publicados no site da FICR, inclusive as orientações quanto à documentação exigida nos padrões da instituição, local e horário de atendimento.

Podem participar do ProUni os estudantes brasileiros que não possuem diploma de curso superior e que atendam a pelo menos uma das condições abaixo:

– Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública;

– Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede privada, na condição de bolsista integral da própria escola;

– Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede privada, na condição de bolsista integral da própria escola privada;

– Ser pessoa com deficiência;

– Ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente da instituição pública e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura. Nesses casos não há requisitos de renda.

E todos os estudantes devem:

– Ter participado da edição do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) do ano imediatamente anterior e que tenha obtido, no mínimo, 450 (quatrocentos e cinquenta) pontos na média das notas das provas do exame e nota acima de zero na redação;

– Para concorrer às bolsas integrais o candidato deve ter renda familiar bruta mensal de até 1 (um) salário mínimo e meio por pessoa.

– Para as bolsas parciais de 50% (cinquenta por cento), a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 (três) salários mínimos por pessoa.

Obs: A FICR oferta apenas Bolsa ProUni Integral.

O período de inscrições do ProUni é determinado pelo calendário do Ministério da Educação (MEC). Os interessados devem acompanhar o site http://siteprouni.mec.gov.br. A FICR publica o quadro de vagas disponíveis em sua página na internet (https://ficr.catolica.edu.br/portal/).

A renda é calculada somando-se a renda bruta mensal dos componentes do grupo familiar e dividindo-se pelo número de pessoas que formam este grupo.

Se o resultado for até 1 ¹/² (um salário mínimo e meio), o estudante poderá concorrer a uma bolsa integral.

Se o resultado for maior que 1 ¹/² (um salário mínimo e meio) e menor ou igual a 3 (três) salários mínimos, o estudante poderá concorrer a 1 (uma) bolsa parcial de 50% (cinquenta por cento).

Importante: Entende-se como grupo familiar a unidade nuclear composta por uma ou mais pessoas, eventualmente ampliada por outras pessoas que contribuem para o rendimento ou tenham suas despesas atendidas por aquela unidade familiar, todas moradoras em um mesmo domicílio.

A inscrição é gratuita e efetuada exclusivamente pela internet, acessando a página do ProUni (http://siteprouni.mec.gov.br). São realizados 2 (dois) processos seletivos do ProUni por ano, 1 (um) no primeiro semestre e outro no segundo semestre. Os normativos do processo seletivo do ProUni também são divulgados pelo site da FICR.

COLAP

A COLAP (Comissão de Acompanhamento e Controle Social do Programa Universidade Para Todos – PROUNI) foi instituída para atender a portaria MEC nº 1.132, de 2 de dezembro de 2009, com finalidade de promover a articulação entre a comissão nacional de acompanhamento e controle social – CONAP e a comunidade acadêmica.